Fórum

Páginas : 1 2 3 4 5 ... 12

#51 23-09-2021, às 11h28

Guarda Sombra
CocoNut
Perdi o meu mascote
CocoNut
...
Mensagens: 62

https://i.postimg.cc/dQ5dJc9m/Vil-divis-ria-MENOR.png
https://i.postimg.cc/Rhpndw0b/CARTEIRINHA-TEMPLATE-VIL.png
https://i.postimg.cc/dQ5dJc9m/Vil-divis-ria-MENOR.png
✦ I N T E R A G I N D O ✦ Kaiten (@Lady0Midnight)

✦ L O C A L I Z A Ç Ã O ✦ Ônibus
https://i.postimg.cc/dQ5dJc9m/Vil-divis-ria-MENOR.png
————————————————————————————
Cavaleiro da Guerra ✦ 1,83CM - RARIDADE: N ✦ EXP: 0 ✦ GRIMM: 1K
————————————————————————————


Era incrível, Kaiten conseguia soltar flertes e elogios repletos de admiração que deixariam qualquer Don Juan que Rose havia encontrado anteriormente no chinelo! E a raposinha sequer percebia seu talento nato para a dança de palavras que ocorria entre os dois, uma combinação inusitada de características raras em Devildom, Guerra chegava a se sentir um pouco mal de estar tão interessado em tirar um pedaço daquele demônio tão imaculado —— O que?! —— Indagou chocado com a revelação de Kaiten, como assim ninguém nunca havia o chamado para um encontro?! Definitivamente estava questionando o gosto do inferno agora —Tsc Tsc, devo dizer que estou extremamente desapontado com esse lugar, claramente não enxergam um banquete mesmo estando de baixo do nariz —— Ao mesmo tempo que Rose ficou completamente indignado com essa descoberta, não podia esconder que estava satisfeito por ser o primeiro dele —— Vai ser uma honra ser a sua primeira vez Kaiten~ ... Ah, em um encontro é claro, nada de pensar besteira meu bem~ —— Brincou soltando uma risadinha. Sorriu de canto, cheio de malícia com a pergunta tão inocente de Kaiten, obviamente, ele estava correto, encontros eram para casais, ou para aqueles que tinham a intenção de procurar seu par —— Isso mesmo~ Você ... Não tem algum problema com isso não é? —— Rose piscou seus olhos violetas inocentemente para a raposa, colocando o indicador na frente de seus lábios pintados com uma cor rosada natural.

Cada vez mais, Kaiten conseguia surpreender o cavaleiro, francamente, é um absurdo ninguém ter tido interesse nele antes, porém, estava mais do que satisfeito em ocupar essa vaga. Não esperava que ele fosse lhe fazer corar e logo em seguida o chamar de fofo. De todos os elogios que já recebeu em sua longa existência, fofo não era um deles. “Deslumbrante”, “Belíssimo”, “Feérico”, eram o que Rose mais estava acostumado, porém, “fofo?” —Você é tão atrevido Kaiten! —— Exclamou feliz, abraçando ainda mais o braço dele —— Me fazendo corar assim e ainda diz que não é galante~ Desse jeito vai acabar roubando meu coração —— Acariciou o local onde suas mãos descansavam, juntamente por esfregar sua cabeça no ombro dele, com cuidado obviamente, não queria bagunçar seu cabelo.

Não estava esperando o comentário sobre seu perfume, Kaiten estava ... O cheirando? Apenas esse pensamento foi o suficiente para trazer novamente o rubor para suas bochechas, timidamente agarrou ele com um pouco mais de força —— Que levado raposinha~ —— Tentou disfarçar sua timidez com um comentário divertido, mesmo assim não conseguia esconder o vermelho em seu rosto, novamente, Kaiten simplesmente não parava de o surpreender. Levantou seu rosto para o encarar, aproximando-se devagar —— Se quiser, podemos ir para um dos estúdios de dança da academia, posso te ensinar alguns passos ou ... Dançar pra você —— Agora estavam tão próximos, que com um empurrãozinho sequer, e estariam com seus lábios colados, contudo a batida da porta o fez virar seu rosto na direção contrária, olhando para o diabrete de terno se posicionar ——   Parece que vamos começar —— Rose voltou a descansar sua cabeça no ombro de Kaiten, ouvindo o guia explicar os locais que eles muito bem conhecia.

—— Madame Scream é uma mulher fascinante, a tenda dela é cheia de tudo que se possa imaginar —— Comentou se lembrando da vez em que deu uma passadinha por lá, apenas por curiosidade, e acabou passando horas conversando com ela. Assim que a voz esquisita do Diabrete mencionou a loja de roupas, os olhos de Rose brilharam, seu dedo coçou para experimentar alguma coisa, só de pensar na ideia de ir com Keitan em um encontro especial na Majolish, o loiro se imaginava no paraíso, ironicamente —— As roupas de lá são adoráveis, grande parte do meu guarda roupa vem de lá. Tenho certeza de que a Majolish tem algo para todos os gostos ——  Assentiu com a cabeça antes de perceber que esteve falando o caminho todo, como se fosse um guia —— Ah, desculpe o meu entusiasmo, não é todo dia que faço um passeio por Devildom com alguém tão encantador  —— Se desculpou deslizando a mão pelo braço, sentindo novamente a firmeza dos músculos da raposinha, o demônio realmente era incrível, sua personalidade era atraente e sua aparência mais ainda, fazia anos desde a última vez que Rose sequer teve tanta vontade de se aproximar de outra pessoa.

Olhou na direção das janelas quando o veículo parou, o guia avermelhado começou a anunciar a primeira parada do tour —— Parece que chegou a hora de comer —— Comentou, lentamente deixando de abraçar sua querida raposinha, se levantou de seu assento e pegou sua bolsa de couro preto chegando se todos seus Grimms estavam ali —— Vamos? Estou faminto —— Se abaixou para dar um pequeno beijo na bochecha dele, deixando uma marca nem um pouco discreta de batom ali, sorrindo de forma travesse ao se afastar e ver sua marca ali. Honestamente uma lanchonete não seria a primeira opção de Rose, porém, estava com fome e com pouco dinheiro, aquilo teria que servir.


https://i.postimg.cc/13yQbvnw/dirrrrk.png
"The prince is awake "

Offline

#52 24-09-2021, às 14h11

Guarda Sombra
TheDreamer
Dançarina de fogo
TheDreamer
...
Mensagens: 7 397

https://i.postimg.cc/GtN9x4bK/RPG-Anur-1.png

“The Hunter's Moon was bleeding red,
The night you left our thorny bed.
You were always, always...
You were always..."


๑۩۞۩๑

Local: Ônibus| Com: Nanael (@CocoNut)

| X | X | X

◁━━━━◈◈━━━━▷

“Hm… sim”, respondeu. Era uma pergunta bastante estranha, afinal se demônios como o tal Lord Diavolo pareciam ter nomes e humanos também tinham, então.... “Você não tem?”, perguntou pensativamente, “Ah… e meu nome é Anurá", acrescentou de maneira desajeitada, como alguém que não estava acostumado a se apresentar.

Ele franziu o cenho, não era como se a ideia de humanos terem distorcido religiões não tivesse lhe ocorrido muitas vezes, mas sempre imaginava que se limitasse a mais sérias e impactantes, a aparência de anjos não parecia exatamente o tipo de informação que… valeria a pena mudar no sentido de conservadorismo? Ou talvez mudasse se de alguma forma os anjos fossem o oposto daquilo que a humanidade tentava pregar como moral… Pensava nisso quando ouviu a indagação do outro, fazendo com que olhasse de volta para ele.

Para a surpresa de Anurá, a aparência do anjo começou a mudar diante de seus olhos, seus cabelos cresceram e uma asa gigante invadiu seu espaço no assento, fazendo com que se encolhesse em direção ao corredor. Em um momento de tentação, Anurá olhou para as penosas asas, quanta magia podia haver em apenas uma daquelas penas? Mas se iria passar um ano com essas pessoas seria melhor não deixá-las irritadas tão rapidamente… Seu olhos desviaram da asa lhe cutucando para o assento ao lado, seu debate mental interrompido pela visão de um par de seios enormes, ele rapidamente desviou o olhar de volta para seus sapatos, um pouco frustrado. (...)
“Por favor, não”, disse Anurá em tom de censura, cutucando com um misto de curiosidade e desconforto a asa invasiva.
Logo o anjo loiro tinha voltado a sua forma mais humana, permitindo que Anurá sentasse direito. Ele olhou de novo para a pessoa ao seu lado um pouco confuso, seu peito tinha voltado a ficar completamente liso. “Bem, talvez sim”, falou consigo mesmo, pensando um pouco mais alto do que deveria. Talvez estivesse certo e realmente houvesse razões pseudo-moralistas para modificarem a aparência dos anjos, mas isso podia ficar pra mais tarde. Voltou-se novamente para o Anjo ao seu lado, ele provavelmente seria alguns centímetros mais alto que Anurá se este não estivesse usando saltos. “Algo assim, possivelmente com menos roupas”, sua voz séria e centrada fazendo com que a frase que, na boca de qualquer outro poderia ser vista como indecente, soasse apenas como uma constatação lógica.

As portas do ônibus bateram pegando Anurá de surpresa. No centro do ônibus se encontrava uma criatura falante peculiar. “Isso parece mais com um demônio”, murmurou.
Videntes e sorte não eram exatamente o tipo de magia charlatã que Anurá esperava do inferno, no entanto o prospecto de uma biblioteca - ainda mais uma tão grande quanto aquela - lhe fez segurar-se firmemente nos braços da poltrona, numa tentativa de resistir a tentação de se atirar do ônibus e se esconder lá dentro até que o ano acabasse. Finalmente, o ônibus parou em frente a uma lanchonete de aparência bastante normal.

◁━━━━◈◈━━━━▷

Última modificação feita por TheDreamer (04-10-2021, às 04h35)


https://i.postimg.cc/jd337y8v/Assinatura-Pride-Angel-ED.png

Offline

#53 24-09-2021, às 14h17

Guarda Sombra
AoiHikaru
Criadora de poções
AoiHikaru
...
Mensagens: 2 980

G I L B E R T   "G I B S"   F L A M M I A

https://media.discordapp.net/attachments/833136891636875294/887551460081012806/gibs2.png

━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━
19 ANOS | HUMANO | ELE/DELE | XP:0 | RARIDADE:N | GRIMM: 1K | ONDE:ÔNIBUS | COM:DREAMER | OUTFIT
━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━



------------------Prontamente, Gibs concordou com a cabeça quanto a não ter mais uma dose de bizarrice na mente. Por mais interessado que estivesse, julgava nem conseguir aguentar mais uma daquelas de cara limpa, como havia dito, precisava da preparação psicológica certa primeiro. O rosado apenas não entendera imediatamente o que o colega queria dizer com a paz estar prestes a acabar, fazendo-o tombar o rosto em dúvida. Entretanto, não tardou para que tudo começasse a fazer sentido. Bem enquanto esperava ansioso pela resposta do loiro para sua "proposta", que parecia ter bugado o pobre diabo, uma vozinha chata, feito o som de uma lata descendo um morro quicando, tomou conta do lugar, o veículo em que estavam arrancando ao mesmo tempo.

------------------Gibs não estava exatamente feliz com aquilo, muito pelo contrário, sentia-se contrariado. Poxa, nem teve a chance de ver como sua brincadeirinha terminaria, quando percebeu, o outro já tinha os fones nas orelhas e uma expressão perdida no rosto. Tudo culpa daquele nanico de voz irritante lá na frente, falando um monte. Que vontade de explodir aquele negócio! Segurando uma granada imaginária a qual removeu o pino, também imaginário, fingiu atirá-la na direção do carinha. Frustrado, o rosado afundou no assento, braços cruzados, apoiando um pé nas "costas" do banco da frente. Mas, infelizmente, tinha que prestar atenção no que era explicado se quisesse saber onde ia ali. O loiro devia estar entediado, constatou com uma breve olhada na direção dele. Afinal, o que devia ser mais chato para ele aquele passeio? Só dava para ouvir seus fones no talo, ainda que não reconhecesse a música. O que será que ele estava pensando? O rosado não podia deixar de tentar adivinhar o que é que se passava na mente do garoto do lado. Talvez, que o ônibus ainda não havia parado na boate com gaiolas. Um sorriso se formou em seus lábios. Ou então, ele teria ficado chocado com a oferta? Bravo? Ofendido? O sorriso se transformou em um torcer de lábios. Quase pensou em mexer com ele para perguntar o que ele tanto fazia na própria mente ali, mas deixou para lá.

------------------Só quando o ônibus parou para descerem que Gibs percebeu que talvez tivesse passado mais tempo brincando de Madame Scream e tentando ler a mente do loiro que, de fato, se atentando ao passeio narrado pela voz de lata vazia rolando. Finalmente podiam sair um pouco, e o rosado não demorou nada para se levantar. Porém, o loiro ainda parecia longe dali. Gibs parou, apoiando-se no braço da poltrona. Tombou a cabeça por alguns segundos, antes de passar uma das mãos no ar, na frente do rosto do outro. —Eeei, você ainda 'tá aí? — perguntou, um tanto preocupado.—Pensando em algo mais legal que esse passeio? — perguntou brincando o que queria saber fazia tempo.  —Eles disseram que a gente pode sair para ir lanchar, e eu nem sinto mais minha b*nda já aqui — explicou sorrindo aliviado, parando de se debruçar da poltrona. —Você vem? — questionou, apoiando uma das mãos no quadril. —Sobre o que eu tinha dito antes… era brincadeira — disse, puxando algumas pequenas mechas da franja para trás da orelha. —Essa não é a minha área de atuação — explicou com ar de brincadeira. Entretanto, sentia o Satanás atentando, podia ser por estar no inferno. Estreitou os olhos.—Você não precisa pagar — acrescentou risonho.

Última modificação feita por AoiHikaru (24-09-2021, às 14h41)


https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/904860578319839272/ass_lilia.png

Offline

#54 24-09-2021, às 21h01

Guarda Sombra
CocoNut
Perdi o meu mascote
CocoNut
...
Mensagens: 62

https://i.postimg.cc/dQz8zDWn/Ryo-divis-ria-menor.png
https://i.postimg.cc/RZTK6dvb/Ryo-carteirinha.png
https://i.postimg.cc/dQz8zDWn/Ryo-divis-ria-menor.png
✦ I N T E R A G I N D O ✦ Anurá (@TheDreamer)

✦ L O C A L I Z A Ç Ã O ✦ Ônibus
https://i.postimg.cc/dQz8zDWn/Ryo-divis-ria-menor.png
————————————————————————————
Pilar da Temperança ✦ 1,68CM – RARIDADE: N ✦ EXP: 0 ✦ GRIMM: 1K
————————————————————————————


“Anurá ... É?” Era um nome incomum, Nanael não se recordar de ter entrado em contato com nenhum outro humano com tal nome, chegava até ser curioso, um mortal com nome único, odiava admitir, mas aquilo despertou ainda mais seu interesse por aquele homenzinho sentando ao seu lado. [color=#99ª8ce]—— Terá que perdoar minha falta de julgamento. Normalmente não tenho muito contato com humanos  ——[/color] Seu tom de voz chegava a ser orgulhoso, como se vangloriasse de sua posição —— Entende o que quero dizer?  —— Sorriu de certa forma amigável, descansou seu rosto na mão, não parando de analisar o rapaz cuidadosamente. Por mais que não gostasse de entrar em contato com seres inferiores, Anurá tinha despertado uma certa diligência sobre o mundo mundano que era desconhecido para a loira, mais especificamente, o mundo dele em si —— A propósito, meu nome é Nanael, é ... Um prazer conhecê-lo  —— Estendeu sua mão como uma formalidade, era claro que prazer, era uma palavra errônea para descrever o que o ser divino sentia, era etéreo demais para sentir algo tão mundano e sujo como “prazer”, mas normalmente, humanos usavam a palavra para descrever qualquer sensação boa que sentiam, talvez devesse imitar seus costumes, apenas para o deixar um pouco menos desconfortável, não que estivesse preocupado com o bem estar dele, contudo, seriam uma dupla pelo dia inteiro, e Nanael não estava com vontade de lidar com alguém de mal humor.

Não esperava que suas asas fosse o apertar tanto contra o assento, chegou a ser até mesmo um pouco adorável o jeito que Anurá ficou sem jeito, porém, o anjo também sentiu algo suspeito dele, cobiça? Desejo de posse? (...) —— O que está olhando?   —— Questionou com o cenho franzido, voltando a sua forma mais humana defensivamente, abraçando a si mesmo com um braço, tapando especificamente a região onde Anurá tinha olhado, tentando esconder o rubor nas bochechas extremamente pálidas.

Mas logo, sua confusão foi substituída por uma risada honesta, chegando a gargalhar um pouco mais alto do que deveria —— Bem, não estás errado  —— Respondeu um pouco ofegante, devido a declaração sincera do moreno ——  Lá em cima nós não temos motivos para nos cobrir da mesma forma que os humanos e os demônios então ... Sim, bem menos roupas —— Nanael sorriu de canto, retirando seu casaco branco, o deixando escorrer por seu tronco devagar, encenando para ele. Ela não conseguiu esconder sua expressão de descontentamento e até asco ao ver o diabrete passar pela porta, eles tinham mesmo que mandar aquela coisa dirigir o ônibus, cruzou os braços juntamente de sua pernas, encostando-se na poltronas como um adolescente emburrado faria, mas logo sua expressão se desfez num sorriso satisfeito com o murmuro de Anurá ——   Em alguma coisa eles precisavam acertar —— Brincou dando os ombros, não deixando de olhar na direção dele, o passei foi razoável, era bom conhecer um lugar que não estava familiarizado, era óbvio que a maioria dos locais eram entediantes, mas Nanael sentiu um interesse particular pela biblioteca, que tipo de armas e segredos eram escondidos ali dentro? Lambeu os lábios só de pensar em colocar a mão numa enciclopédia do submundo ——  Está com fome? —— Perguntou sobre a parada —— Eu iria ficar melhor com uma parada na biblioteca antes, mas já que estamos aqui, prefere ir comer ou quer ficar aqui dentro do ônibus?  —— Ela se ajeitou, vestindo novamente seu casaco e checando os bolsos.


https://i.postimg.cc/13yQbvnw/dirrrrk.png
"The prince is awake "

Offline

#55 26-09-2021, às 00h43

Guarda Sombra
TheDreamer
Dançarina de fogo
TheDreamer
...
Mensagens: 7 397

https://i.postimg.cc/G3GZhYCN/RPG-Barty.png

"I will never let you fall
I'll stand up with you forever
I'll be there for you through it all
Even if saving you sends me to heaven"


ʕ•̫͡•ʔʕ•̫͡•ʔ

✥ Local: Ônibus | Com: Ninguém

| X | X | X | X | X

─━━━━━━━━━━━━─

Faltava mais de uma semana para o dia marcado para a ida ao inferno quando Barty começou a se preocupar. Com a passagem dos dias, sua preocupação tinha escalado ao ponto de puro pânico e agora, com apenas uma hora faltando para a viagem, ele corria seminu de um lado para o outro do quarto. A dúvida cruel, que roupa deveria usar para seu primeiro dia no Devildom? O vestido azul claro com detalhes prateados e uma saia até o chão, um de seus preferidos, se encontrava exposto no manequim, enquanto a segunda opção, uma camiseta rosa e calça jeans, se encontrava atirada em cima da cama. Deveria se arriscar a usar o vestido? Mas e se os demônios, fazendo jus ao nome, resolvessem que seu corpo era inadequado? E se decidissem pisar nele logo no primeiro dia, isso não o tornaria o alvo da classe pelo resto do ano? Mas ao mesmo tempo - seus olhos desviaram do vestido para o jeans jogado de qualquer jeito sobre a cama - era o primeiro dia! Ele queria poder estar em sua melhor forma, não pior. Mas e se...

As portas do quarto se abriram impedindo Barty de recomeçar pela milionésima vez o ciclo de pensamentos. Barty suspirou, meio em lamentação pelo seu desespero e meio pela visão de Lophi, mesmo depois de mais de 100 anos juntos, ele não podia evitar derreter-se um pouco toda vez que o via. Diferente de si, o homem com o qual casará em vida tinha ido diretamente para o céu, um verdadeiro anjo em cada sentido da palavra.
O anjo, seu anjo, olhou da bagunça do quarto para Barty com alguma preocupação. Suas mãos se moveram de maneira rápida e eficaz, dizendo, “Está quase na hora”, ele parecia estar tentando esconder a dor em seus olhos, mas o nariz levemente avermelhado e fungante traía suas emoções. Humildade atirou-se nos braços do anjo maior e encostou a cabeça em seu peito, “Por que você não pode vir comigo?”, mas ele não olhou para o outro, recusava-se a ver a resposta que já conhecia, ele não era um pilar, e ele era necessário, diferente de Barty. Era muito injusto, afinal o princesinha precisava de seu cavaleiro bem mais do que o paraíso precisava de guardas.
Diante do pensamento egoísta, seu rabo saltou para fora, movendo-se alegremente. Na segurança dos braços firmes de Lophi, o azul sentiu seu marido rir contra seu cabelo. “Que foi?”, perguntou, afastando-se para que Lophi pudesse responder. “Nada… é só que… é bem a sua cara querer tr@n*@* num momento desses”. As bochechas de Barty acenderam-se como um semáforo, ele puxou o próprio rabo, tentando fazê-lo sumir. “Não é nada disso.” Ele se sentia prestes a começar a chorar, “Com que roupa eu vou?”

Desde então tudo tinha se passado como um borrão, a chegada, a viagem de ônibus, a criatura pequena e tagarela… Barty abraçou o próprio corpo, enfiando o nariz na manga do casaco de Lophi em busca do cheiro familiar de perfume masculino, seus olhos ainda vermelhos ardiam de tanto chorar. E não bastasse a triste despedida e a decisão doída de que preferia não correr o risco de… ser ele mesmo… logo no primeiro dia, agora estava diante de uma lanchonete, logo quando achava que não tinha como piorar.


─━━━━━━━━━━━━─

Última modificação feita por TheDreamer (01-10-2021, às 19h50)


https://i.postimg.cc/jd337y8v/Assinatura-Pride-Angel-ED.png

Offline

#56 26-09-2021, às 18h56

Guarda Reluzente
Grishɑ
ModeraEel
Grishɑ
...
Mensagens: 19 231

https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/887890631085662318/ar.png
https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/891803793069588511/unknown.png
https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/891804339780321340/unknown.png
https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/891805787729567744/unknown.png
https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/891803911978090556/unknown.png


https://cdn.discordapp.com/attachments/648157188639948801/969353449588265001/g.png
https://64.media.tumblr.com/35f77df68ccba7a6bb55dc1dbf8126a6/414ba014167c9d90-a9/s1280x1920/c0eb72c21d4e4e82e02138400fc870e458245dcc.png

Offline

#57 26-09-2021, às 19h25

Guarda Reluzente
Grishɑ
ModeraEel
Grishɑ
...
Mensagens: 19 231


https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/887878201978789888/isabela.pnghttps://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/891812647991918602/unknown.pnghttps://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/891812672583114783/unknown.png


https://cdn.discordapp.com/attachments/648157188639948801/969353449588265001/g.png
https://64.media.tumblr.com/35f77df68ccba7a6bb55dc1dbf8126a6/414ba014167c9d90-a9/s1280x1920/c0eb72c21d4e4e82e02138400fc870e458245dcc.png

Offline

#58 26-09-2021, às 22h48

Guarda Absinto
Azathoth
Procurando um colchão
Azathoth
...
Mensagens: 15

https://c-cl.cdn.smule.com/rs-s-sg-2/sing_google/performance/cover/2f/cd/fe9caf61-27e6-493d-ab51-08be92a5c29b.jpg    https://c-cl.cdn.smule.com/rs-s-sf-1/sing_google/performance/cover/fa/2b/1643bbde-96ce-4170-b2b4-ef31cbd48ea3.jpg  https://a.wattpad.com/useravatar/MoMiCo08.256.913875.jpg
LEGIÃO - O PILAR DA INVEJA - RARIDADE: N - EXP: 0 - GRIMM: 1K
NO BUZÃO - COM HADES


                  Os olhos da legião brilharam assim como sete sois, e um sorriso belo se ascendeu no rosto dele de todos eles já que não seria possível identificar o dono único de tal sorrir, sem controle especifico ali com exceção de Alfa que não sorria para nada que não fosse sangrento ou Saturno que não aparecia junto aos outros o sorriso vinha de todos os outros. — Hades você é muito fofo, assim fica complicado te soltar. — Ria e por mais que desejasse apertar ainda mais aquele corpinho macio do azulado não desejava que Alfa surtasse do nada e esmagasse o rapaz, precisavam dar um jeito nele antes. — Roupa, acho interessante, quando fomos para perto de uma podemos comprar algumas coisas. — Continuando com ele em seus braços tirou sua cabeça para fora das asas assim que pararam. — Parou. — Rigel falava bem baixinho quase no ouvido de Hades sobre a primeira parada. — Comida? — Voltava a olhar para Hades e dessa vez Vaga que sorria, animado como sempre. — Eai Hadezão, ta com fome? — Tirava as asas da frente para que o rapaz pudesse ver, abrindo apenas um delas caso o rapaz quisesse continuar ali quietinho com eles. Já a própria legião mostrava que independente da resposta de Hades estava contente.

Última modificação feita por Azathoth (26-09-2021, às 22h48)


imagina uma assinatura linda aqui rs

Offline

#59 27-09-2021, às 02h06

Guarda Sombra
TheDreamer
Dançarina de fogo
TheDreamer
...
Mensagens: 7 397

https://i.postimg.cc/cLGhxsDH/RPG-Dreamer.png

"In the dark
Where I like to keep my heart
Know I'm all bite, no bark
Like to catch you way off guard"


[♥][♦][♣][♠]

Local: Ônibus > Hell's Kitchen| Com: Gibs (@AoiHikaru)

| X

━━━━━━▣ʚĭɞ▣━━━━━━

A voz de Gibs lhe trouxe de volta a realidade como um balde de água fria, seguido logo depois por um balde de água escaldante quando seus olhos encontraram a versão real do rosinha que um segundo atrás ele estava vendo n* em seu palácio mental. Suas bochechas queimavam, de novo. “Parece que estou, não?”, ele agitou os dedos em frente ao próprio rosto, como se para provar seu ponto. Mas não pode deixar de rir um riso envergonhado e entrelaçar seus dedos uns nos outros ainda mais rápido diante da pergunta, ao invés de responder apenas agitou a cabeça em um movimento de “sim”, seus olhos arregalados implorando mentalmente que ele não perguntasse mais detalhes.
Lanchar? Ele olhou pela janela constatando que estavam em frente ao Hell’s Kitchen, fast food… não era seu preferido, mas sempre poderia ir até lá com o outro e tomar alguma coisa, não? Afinal as bebidas enlatadas não eram feitas ali, não era como se eles pudessem contaminá-las com queijo ou óleo de cozinha, além disso, seus olhos voltaram para o rabo-de-cavalo rosa caído sobre o ombro do outro, ele adoraria passar mais um tempo com Gibs, mesmo que estivesse pronto para fingir o contrário no momento que o rosinha decidisse enxotá-lo. “Sim”, respondeu, levantando-se e seguindo Gibs até a lanchonete, como se fosse ele o morador de Devildom, e não Dreamer.

Ainda mantendo alguma distância, ele se escondeu atrás de Gibs quando entraram no local, esperando que o outro falasse com qualquer atendente que pudesse dar as caras. Seu coração nervoso deu um salto quando o rosado falou novamente. Oh, sim, fazia sentido que fosse uma brincadeira! Dreamer tinha ficado tão nervoso em considerar o que responder que nem sequer considerou o contexto por trás da frase. Ainda assim, não pode deixar de sentir um leve desapontamento com a confirmação do que provavelmente teria concluído sozinho quando finalmente tivesse tempo para processar os detalhes do dia.
Dreamer não pôde impedir seus olhos de seguirem imediatamente para baixo, assim que achou que o outro não estava olhando. (...) Ele suspirou alto, talvez um pouco alto demais.

Em um momento de ousadia - e possivelmente estupidez -, ele passou por Gibs na direção do balcão de pedidos e tentou não entrar em pânico quando o demônio no caixa perguntou o que ele queria. “Um pirulito”, disse, suas mãos temendo. “O nome é Doce Reconfortante”, retrucou a criatura, Dreamer apenas deu de ombros e pagou, não ia dizer aquele nome ridículo.
(...) Afinal, dois podem jogar esse jogo, e se tinha uma coisa que Dreamer adorava era jogos.


━━━━━━▣▣━━━━━━

Última modificação feita por TheDreamer (29-09-2021, às 00h06)


https://i.postimg.cc/jd337y8v/Assinatura-Pride-Angel-ED.png

Offline

#60 27-09-2021, às 10h21

Guarda Sombra
AoiHikaru
Criadora de poções
AoiHikaru
...
Mensagens: 2 980

G I L B E R T   "G I B S"   F L A M M I A

https://media.discordapp.net/attachments/833136891636875294/887551460081012806/gibs2.png

━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━
19 ANOS | HUMANO | ELE/DELE | XP:0 | RARIDADE:N | GRIMM: 945 | ONDE:ÔNIBUS >> HELL'S KITCHEN | COM:DREAMER | OUTFIT
━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━



------------------Uma risadinha, tilintante e breve, deixou seus lábios ao ouvir a resposta do loiro, principalmente por não estar esperando que ele o fizesse assim. Era um jeito fofo de responder, pensou, por isso a risadinha. —É, eu acho que sim — afirmou com um sorriso bem humorado no rosto. Será que o outro sabia que ficava adorável de bochechas coradas? Mas, o que realmente esperava não aconteceu, e o rosado ficava sem saber o que o colega tanto pensava durante a viagem, ele não parecia querer contar, e tudo que Gibs recebera foi um simples balançar de cabeça. Por um segundo, sentiu uma pontinha de vontade de insistir, torcendo os lábios. Porém, foi impedido pela carinha de constrangimentos que o loiro tinha, fazendo Gibs mostrar um sorriso compreensivo, desistindo de perguntar mais. "Deve estar pensando no crush" assumiu, deixando a questão para lá.

------------------Gibs seguiu na frente, até mesmo um pouco aliviado por ser seguido pelo loiro. Seria um incômodo se ele preferisse ficar no ônibus sozinho, isso teria deixado o rosado todo embaraçado, sem saber o que fazer. Felizmente, não era o caso. Ele vinha logo atrás, e Gibs podia dizer estar contente ao ouvi-lo ali. Porém, após a explicação, o loiro não parecia ter achado sua brincadeirinha tão engraçada assim. —Foi mal... — comentou sem jeito, dobrando um do braço e apoiando a mão na nuca. Poxa, bem que o deixaria tocar sem os vinte conto! Pensava se devia dizer isso a ele, acabando por se distrair, andando a frente.

------------------Naturalmente, o rosado demora acabava por andar rebolando de leve. Enquanto seguia, acabou olhando por cima dos ombros, e seus olhos rosados se abriram mais ao reparar os olhos negros do outro em suas orgulhosas coxinhas. No mesmo segundo, retornou o olhar para frente, como se nunca tivesse olhado para trás. E o sorrisinho atrevido voltou a enfeitar seu rosto. Então, ainda estavam brincando ? Interessante. Mas, o suspiro notável puxou de volta sua atenção, como um reflexo, virando o rosto na direção, bem menos discreto. O loiro dessa vez podia ver claramente sua movimentação, assim Gibs nem se deu o trabalho de esconder. Aquela era uma rara visão. Por ter sido pego de surpresa e não saber como reagir, suas bochechas ganharam um tom avermelhado. Raramente suas bochechas coravam, por não estar acostumado com a sensação suas mãos foram de encontro ao rosto, cobrindo as maçãs. Ao perceber isso, Gibs limpou a garganta. —'Tá tranquilo, foi nada — deu de ombros, fingindo não estar nem aí.

------------------Não fossem pelos atendentes com a cara de capeta, aquela lanchonete parecia bem normal. Já tinha visto muito pé sujo sinistro de boca de estrada para pensar que um fast food no inferno seria próximo do mesmo nível, mas estava errado. Ali parecia o paraíso se comparado aos locais que já vira, o que não queria dizer muito. O rosado se dirigia ao balcão, quando foi surpreendido pelo loiro tomando a frente. Esperou ele pedir, debruçando-se no balcão, assistindo a pequena argumentação entre o loiro e o diabinho atendente. —Pro inferno com o nome — implicou, apoiando o rosto sobre a mão, rindo de leve. Não era apenas pela breve discussão que ria, mas o riso se moldava em um sorrisinho malicioso, pensando que pirulito era uma escolha curiosa. Ou fosse apenas a falta de maturidade do rosado.

[ . . . ]


------------------O transe só pôde ser interrompido pelo "ram-ram" do atendente, limpando a garganta para chamar atenção, fazendo Gibs voltar à realidade num pulo. Ligeiramente contrariado, vale dizer. Oh, dr*ga, estava curtindo tanto a vista! Só um Satanás mesmo para atrapalhar. —O que que é, diabo? — perguntou estressado, automaticamente. "Vai pedir ou não vai?" a criatura olhava Gibs com cara de "eu não preciso disso, meu marido tem dois empregos". —'Tá, tanto faz, me vê um energético — respondeu bufando, cruzando os braços. Todavia, outra coisa nas opções chamou sua atenção. —E uma maçã envenenada — incluiu, num tom mais interessado que o anterior.—Que gosto será que isso tem? — era quase uma pergunta retórica que direcionava ao loiro.

------------------Após pagar sua comprinha - bem cara, por sinal - deixou o balcão junto do colega, afastando-se do atendente mal humorado. Reservou a sobremesa para depois, mas precisava beber alguma coisa gelada depois do colega tê-lo feito sentir calor. O lacre da lata estalou ao ser aberta. —Ei, aquilo foi a vingança para a minha brincadeirinha? — voltava a assumir um sorrisinho atrevidamente brincalhão, e o tom de sua voz combinava com o mesmo. Gibs levou a mão às molduras da franja, ajeitando-a atrás da orelha. A mecha não parou por ali, voltando exatamente ao lugar em que estava antes. —Só não sei se isso nos deixa quites — a malícia era palpável em sua voz. —Acho que agora eu estou perdendo, estamos em dois a um — explicou como quem não queria nada. Gibs já pensava em qual seria sua próxima jogada. Estava ficando instigante o joguinho, queria ver onde isso daria.


https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/904860578319839272/ass_lilia.png

Offline

#61 27-09-2021, às 17h59

Guarda Sombra
CocoNut
Perdi o meu mascote
CocoNut
...
Mensagens: 62

https://i.postimg.cc/CLNRbLDr/Hades-divis-ria-MENOR.png
https://i.postimg.cc/HxcM2DHc/CARTEIRINHA-TEMPLATE.png
https://i.postimg.cc/CLNRbLDr/Hades-divis-ria-MENOR.png
✦ I N T E R A G I N D O ✦ Legião (@Azathoth)

✦ L O C A L I Z A Ç Ã O ✦ Ônibus
https://i.postimg.cc/CLNRbLDr/Hades-divis-ria-MENOR.png
————————————————————————————
Pilar da Preguiça ✦ 1,70CM – RARIDADE: N ✦ EXP: 0 ✦ GRIMM: 1K
————————————————————————————


Hades gostava de ficar próximo a Legião, era um dos poucos demônios com que o azulado conseguia se encaixar, claro que as vezes, Alfa as vezes podia ser um pouco assustador e deixava a impressão de que não gostava de ter muito contato com o pilar da preguiça, será que o achava muito chato? Ou feio? Era frustrante não saber, queria pode se dar bem com todas as faces de Legião, mas não tinha a coragem nem a autoestima para fazer uma pergunta tão na cara assim. Apenas teria que aceitar o fato de que Alfa não seria seu amigo, pelo menos os outros pareciam mais amigáveis.

“F-Fofo? Sigma o achava fofo?” Poderia pular de felicidade naquele mesmo momento, mas estava tão confortável nos braços dele que se conteve, mas, sua felicidade ainda foi demonstrada pelo rubor em suas bochechas e também pelo aperto no abraço —— O-Obrigado! Vocês também são! Q-Quer dizer ... É m-muito mais que fofo, bonito também ... Tipo s-super bonito, tanto que eu fico n-nervoso e não ... Consigo parar de ... Falar —— Hades foi ficando sem fôlego enquanto falava constantemente que sua voz ficava mais e mais baixa conforme suas palavras se estendiam, era isso que acontecia toda vez que ficava nervoso, o que era uma situação frequente na presença de Legião.

—— Vão lançar uma sequência de um dos meus jogos favoritos, eu espero que consiga uma cópia logo, já fazem 7 anos desde que lançaram o último sabia? E nem foi tão bom assim, a mecânica do jogo foi extremamente fraca e a história previsível! Eu não gostei nem um pouco! —— Ficou extremamente envergonhado ao perceber que esteve tagarelando o caminho todo sobre coisas que Legião nem devia gostar —— A-Ah ! Eu sinto muito! A-acabei falando o caminho todo sobre coisas que vocês nem devem gostar —— Fez uma expressão triste e desapontada consigo mesmo, será que Hades realmente não conseguia não estragar alguma coisa?!

Ficou triste com a separação de seus corpos, mas não iria admitir, estava se acostumando a ficar coladinho com ele, dividindo seu calor corporal, era tão íntimo, que o lembrava de seus jogos visual novels adultos que guardava numa coleção escondida. —— C-Claro! Vamos! E-estou cheio de fome —— Comentou sem jeito mas alegre, rapidamente se levantou, o que não foi uma boa ideia, já que com a falta de espaço e o estilo de vida sedentário de Hades deixou suas pernas moles o fazendo cair direto em Legião, por sorte não o derrubando, mas ainda sim, caindo com o rosto no peito dele —— D-D-Desculpa!! F-Foi sem q-querer! Eu estava saindo e a-acabei caindo, não foi ... De propósito —— Que droga! O azulado se sentia péssimo, porquê era tão desajeitado assim? Sempre estragando as coisas, será que realmente servia para alguma coisa?!


https://i.postimg.cc/13yQbvnw/dirrrrk.png
"The prince is awake "

Offline

#62 27-09-2021, às 23h56

Guarda Sombra
TheDreamer
Dançarina de fogo
TheDreamer
...
Mensagens: 7 397

https://i.postimg.cc/6psvRF21/Anur-RPG.png

“The Hunter's Moon was bleeding red,
The night you left our thorny bed.
You were always, always...
You were always..."


๑۩۞۩๑

Local: Ônibus| Com: Nanael (@CocoNut)

| X | X | X

◁━━━━◈◈━━━━▷

Ele assentiu com a cabeça, apesar de não entender completamente. Imaginava que humanos - pelo menos alguns dele -  iam para o céu na morte, mas, bem, poderiam haver diversas explicações para o anjo não conhecê-los. Talvez cada anjo tivesse um papel e alguns não envolviam contato humano, talvez humanos que iam para o céu perdiam a memória sobre sua vida na Terra, talvez tudo fosse uma invenção e humanos simplesmente não iam para o céu. Anurá considerou por um segundo se deveria expressar sua dúvida, mas achou melhor não começar com 500 perguntas logo de cara, haveria um ano inteiro para aprender mais sobre seus colegas angelicais e infernais.
“O prazer é todo meu”, respondeu com uma voz robótica, tentando manter o máximo possível o tom de falsidade para si. Não era que não estivesse apreciando a companhia relativamente calma do anjo ao seu lado, mas sempre sentia-se falso ao dizer amenidades como essa, eram palavras que não importavam e não significavam muita coisa. Será que alguém conseguiria, honestamente, sentir prazer em conhecer uma pessoa depois de um minuto de conversa, sem saberem nada um sobre o outro? Provavelmente não.

Anurá deu de ombros, nudez e partes do corpo nunca tinham sido grande coisa pra ele, por vezes esquecia que outras pessoas ficavam desconfortáveis de serem olhadas em certas regiões. Ele nunca compreendera pessoas que ficavam olhando para os outros como se comessem com os olhos, se quisesse algo com alguém não era simplesmente mais fácil informar a pessoa disso? A pergunta de Nanael deixava Anurá um pouco desconfortável, claramente o anjo lhe interpretara mal. “Oh, nada em particular”, ele olhou novamente na direção que Nanael cobria, sua cabeça caída para o lado em curiosidade, “Eu fui pego um pouco de surpresa, apenas isso. Seios que aparecem e somem não são exatamente a coisa mais comum de se ver”.

Anurá sorriu com a confirmação do outro. “Pessoalmente, eu não vejo muitos motivos para alguém no geral usar roupas”, ele pausou lembrando-se das leis de atentado ao pudor, “Bem, suponho que evitar a cadeia seja um motivo, pelo menos no mundo humano.”

“Não realmente... Me pergunto se sequer existe alguma coisa razoável para comer por aqui.”, Anurá torceu o nariz, inevitavelmente se perguntando se poderia encontrar comida sem carne naqueles arredores, preferia não arriscar com o fast food, além do que não costumava comer com muita frequência. Ele assentiu com a cabeça, sorrindo, “Com certeza a biblioteca teria sido uma visão há mais, mas já que estamos aqui mesmo eu gostaria de dar uma olhada nos arredores.” Ele se levantou do assento, “Você vem?”

◁━━━━◈◈━━━━▷


https://i.postimg.cc/jd337y8v/Assinatura-Pride-Angel-ED.png

Offline

#63 28-09-2021, às 03h54

Guarda Sombra
AoiHikaru
Criadora de poções
AoiHikaru
...
Mensagens: 2 980

S A L A T I E L   H A N L O N

https://cdn.discordapp.com/attachments/833136891636875294/887547340091719700/salatiel.png

━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━
218 ANOS | ANJO | PILAR DA CASTIDADE | ELE/DELE | XP:0 | RARIDADE:N | GRIMM: 890 | ONDE:ÔNIBUS>> HELL'S KITCHEN| COM:ARIEL | ASAS:À MOSTRA | OUTFIT
━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━



------------------Respondeu ao outro anjo com um sorrisinho tímido, um pouco menos embaraçado com o fato de estar empolgado demais com o intercâmbio, mesmo que não o suficiente para apagar a vermelhidão que lhe tomava as bochechas pálidas. Sua animação era grande demais para ser contida, até mesmo os corredores obscuros pelos quais caminhavam pareciam uma novidade sem igual. Trataria de tomar o devido cuidado para não esbarrar suas asinhas no monte de velas pelo caminho. O contraste que o outro citava era o provável motivo para tamanha empolgação de ver tudo por ali, desanimador era a última coisa que passaria em sua mente. —Nossos olhos vão demorar a se acostumar com a falta de luz — deu um risinho, levando as pontas dos dedos à boca. Era mesmo um privilégio poder controlar a luz, assim não passaria nenhuma privação da mesma, ainda que num lugar tão sombrio, não tinha porque ter medo. —Sim! — concordou em uma exclamação animada, juntando as palmas. —Os meus… pais — hesitou um pouco antes de dizer a palavra, era estranho os chamar assim. —eram um pouco contra eu me aproximar deles, tanto dos humanos quanto dos demônios — o anjo confessou. —Eles ficariam felizes de você ser a minha dupla também — contou com um riso afável. As bochechas de Salatiel ficavam cada vez mais rosadinhas a cada elogio para sua companhia, faziam seu coraçãozinho aquecer. —É bem mais confortável ter alguém conhecido por perto, não é? Assim não nos sentimos perdidos — concordou com o maior, sorrindo para ele.

------------------Procurando  DDD na bolsa, percebeu o remexer do colega sentado ao lado, deduzindo que ele estava se ajeitando. Na verdade, pensando melhor, o banco era meio pequeno para tantas asas. Poxa vida, sabiam que pessoas com asas chegariam em breve, por que não fazer ônibus adaptados? Era uma pena, mas Castidade não queria ter que guardar suas belas asinhas, elas combinavam tão bem com seu look! Ao menos, nem tivera brecha para ponderar sobre o assunto, após sua proposta para um registro do momento, Ariel parecia bem mais ajeitado no banco. Seus olhinhos se iluminaram quando o ouviu topar. O DDD quase escorreu de sua mão, mas conseguiu segurar a tempo, por pouco não quebrando uma das unhas. —Diga ”luz” sugeriu, chegando mais pertinho do mais alto para que coubessem na foto. Uma das mãos segurava o aparelho, e a outra fazia um sinal de coraçãozinho com o polegar e o indicador, o sorriso brilhava em seu rosto enquanto piscava um dos olhos. Captura feita! —Com certeza tem um jeito de mandar para ele aqui neste “celular” — afirmou seguro, tratando de abaixar logo os olhos para a tela, procurando onde fazer isso. Ia dar um jeito de enviar aquela imagem para o arcanjo, ou suas plumas não tinham cor de neve fresca! No entanto, subiu novamente o olhar, encontrando o do outro ao ouvir o pedido. —Claro! — exclamou com um luminescente sorriso. —Aqui está — disse, virando a tela para Ariel, a imagem a enfeitar o visor. Na humilde opinião de Salatiel, estava uma gracinha! Mal via a hora de postar a foto na rede social dali de baixo. —Você gostou? — perguntou docemente, tombando o rosto.

------------------Não pôde deixar de reparar no bonequinho engraçado que entrara no veículo, e a voz dele explicando era ainda mais engraçadinha. Lembrava muito os bichinhos de um filme humano de princesa - A Bela Adormecida - que vira quando o longa fora lançado. Não conseguiu conter uma breve risadinha, mas sua atenção não descansou por muito tempo sobre o diabinho cômico, e sim para o que era mostrado do lado de fora. Salatiel mirava a câmera do DDD a cada minuto para o lado de fora, capturando uma centena de fotos pelo caminho. Um dos estabelecimentos fizera seus olhos brilharem ao ser anunciado: a loja de roupas. —Será que vamos parar aqui? Eu quero muito ver o que eles vendem! — comentou com o colega, com todo o ar da mais pura curiosidade. Mas, para sua infelicidade, não pararam. O anjinho torceu os lábios descontentemente, resmungando um ”humph” contrariado. Ao menos, não tinha como se chatear por muito tempo diante do comentário bem-humorado de Generosidade. —Acho que o desemprego não assola o inferno — cochichou de volta, pondo uma mão perto da boca como se a tapasse para não ser visto sussurrando.

------------------Não muito adiante, o ônibus, enfim, fazia uma parada. O jeito que sua atenção era chamada pelo colega voltava a colocar nuances rosadas em suas maçãs, entrementes, sorria com agrado. Havia achado o tratamento bonitinho, e de fato, era pequeno comparado ao outro. —Faminto — admitiu sem cerimônias. —Eu não tive tempo de comer antes de vir, me enrolei com as malas... — explicou meio sem graça, enrolando uma pequena mecha da moldura do cabelo no indicador, soltando logo em seguida. Ali estava algo que não tinha pensado até então, algo que fazia seus olhos se iluminarem ainda mais. —Será que a comida daqui, será que é gostosa? — indagou entusiasmado. Se levantando num pulo, quase bateu uma asa em Generosidade. —Oh, desculpe — desculpou-se sem jeito, tampando a toca com a mão pela sua falta de cuidado, voltando a ficar com a face rosada. Suas bochechas não tinham descanso mesmo. Já dentro da lanchonete, seus orbes desprovidos de pupilas rondavam o banner das opções, sem saber o que pedir. —São tantas possibilidades… — disse mais a si mesmo, em dúvida. —Acho que vou pedir um Dango dos Três Mundos, para fazer uma comparação — comentou sorridente ao se decidir. —E uma bebida esportiva para acompanhar — acrescentou ao seu pedido. E quando achava que estava satisfeito, algo a mais chamou sua atenção: —Oh e um Cupcake do Mal, por favor — pediu graciosamente, juntando as palmas e apoiando as costas das mesmas, sorrindo para o atendente, que nem mesmo resmungou pelo pedido. Salatiel tombou o rosto, assistindo qual seria o pedido do mais alto.

Última modificação feita por AoiHikaru (28-09-2021, às 21h29)


https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/904860578319839272/ass_lilia.png

Offline

#64 28-09-2021, às 21h54

Guarda Absinto
Lady0Midnight
Criadora de poções
Lady0Midnight
...
Mensagens: 2 841

——————————    N  I  C  H  O  L  A  S    N  A  V  I  N    ——————————
https://cdn.discordapp.com/attachments/804899528725495808/887932564407455816/nicholas.png
HUMANO - 1,81CM - 21 ANOS - RARIDADE: N - EXP: 0 - GRIMM: 1K
————————————————————
Local: Ônibus
Interagindo com: Kiesh
————————————————————


———————————— Ah, que pena... Estava pensando em uma troca na verdade, mas pelo visto não vai ser mais de seu interesse também. —— se divertia com o demônio entrando em suas brincadeiras também, mas o mais divertido para Nicholas naquele momento era pensar se ele falava sério do desconto, ou melhor, sobre cobrar qualquer coisa, ou não. Aproveitou para respondê-lo com um ar falsamente tristonho de aceitação, misturado a uma clara vontade de rir de tudo aquilo, e claro, sem deixar de o atiçar ao menos mais uma vez com aquela ideia.

—————————— Nicholas escutava seu acompanhante de forma atenta, querendo prestar atenção a cada detalhezinho do que era dito, com um leve sorriso. Kiesh parecia ter se empolgado com o assunto, o que significava que tinha tirado uma sorte grande, teria um guia que conhecia bem e os melhores lugares dali.—— Quis dizer fliperama? Apesar de que ''flippy'' acho que ficou mais bonitinho. —— perguntou com a voz levemente em tom de riso. —— Confesso que é um dos tipos de lugares mais divertidos para mim no mundo humano também. —— algo em comum eles pareciam já ter ao menos. Jogos em geral eram umas das coisas que mais gostava de desfrutar em seu tempo livre, junto com seus preciosos animes e a natação. Era até mesmo um alívio saber que haviam lugares assim por ali, quando precisar se distrair será o primeiro lugar que irá pensar… se não houver uma piscina por perto também. Seus olhos voltaram a ficar interessados quando Kiesh continuou a falar. O aviso, no entanto o pegou desprevenido, levantando as sobrancelhas enquanto sorria de canto.—— São perigosas então? —— perguntou curioso. —— Assim fico com medo de ir sozinho, seria tão bom ter algum acompanhante... que não se importe de ficar até tarde comigo. —— disse como quem não quer nada, jogando a indireta para Kiesh ainda mais após ele dizer sobre os tais ''acompanhantes noturnos''. Não tinha medo realmente, mas a desculpa era válida para brincar com o Ganância.

——————————Brincadeiras a parte, foi difícil não ficar um pouco mais sério quando pensou sobre ter sido chamado para estar ali, mesmo que ao final tenha tentado se descontrair. Apenas não esperava que tivesse palavras de conforto gentis vindas de seu acompanhante. Levantou o olhar surpreso, e acabou por sorrir suavemente, genuinamente agradecido.—— ... Valeu. —— disse baixo, fechando os olhos ao aumentar o sorriso. Entretanto, o barulho de portas fechando-se ao longe tomou sua atenção o fazendo olhar na direção. Uma criaturinha estranha de voz mais estranha ainda entrara no ônibus dando partida no veículo. —— Parece que o passeio vai começar. —— comentou enquanto aconchegava-se no assento, de volta à posição desleixada que se encontrava antes de Kiesh chegar, o braço apoiado na janela e as pernas abertas largadamente, enquanto escutava as palavras daquele diabrete bizarramente fofo. Apesar de em sua feição ter um aparente desinteresse, na realidade estava muito atento a tudo que era dito. A cada lugar que passavam, seus olhos curiosos acompanhavam para que pudesse ver cada um deles. Até que finalmente houvesse uma parada, e para sua felicidade era uma lanchonete, já estava começando a sentir a fome o apertar. Se levantou, e virou o rosto um tanto animado para o lado, encontrando o rosto de Kiesh.—— E então? Quer me acompanhar? —— perguntou e o estendeu a mão para que pudesse ajudá-lo a levantar, esperando ouvir uma resposta positiva.


https://cdn.discordapp.com/attachments/774803469324255262/843999021633634334/ezgif.com-gif-maker_33.gif

Offline

#65 28-09-2021, às 23h45

Guarda Sombra
AoiHikaru
Criadora de poções
AoiHikaru
...
Mensagens: 2 980

M A L L O R Y   D E S D E M O N A

https://media.discordapp.net/attachments/833136891636875294/889296499593334844/mell3.png

━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━
IDADE DESCONHECIDA | CAVALEIRO DA PESTE | ELE/DELE | XP:0 | RARIDADE:N | GRIMM: 1K | ONDE:ÔNIBUS | COM:ISABELA | OUTFIT
━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━


------------------Mallory entendia a distância da garota, nem ele se aproximaria de si mesmo, se tivesse a opção. Até mesmo fazia uma singela pontinha de tristeza surgir em si por não poder se evitar como a morena fazia, mas estava tudo bem. Preferia ter sua atenção voltada ao nome de sua salvadora. —Isabela — repetiu —que nome bonito! — elogiou sorridente. —Isa também não é mal, facinho de lembrar — Mallory fez um joinha com o polegar. Assim era até melhor, eram só três letras para se lembrar, não seria um problema caso estivesse mal demais para se atentar a coisas complicadas. Iria chamá-la somente assim dali em diante. Entretanto, ouvir que ela não era um anjo trazia a surpresa à face do Cavaleiro, formando um “o” com a boca. —Não? — perguntou retoricamente, desacreditado. Como assim ela não era um anjo? —Não sabia que humanos podiam ser tão bonzinhos — levou uma mão ao peito, espalmando a mesma ali, com um semblante solene. Sentia até uma peninha de tacar doença neles agora. Após sua incredulidade ser concluída, riu junto de Isa, pensando a respeito da questão. —Desde que eu consigo me lembrar, sim — respondeu, pensativo. Mallory era tão antigo que mal conseguia se lembrar de onde vinha. —E você, veio de onde? Como é o lugar que você mora? — quis saber com ar interessado.

------------------Por ali havia muitos diabretes, tanto que o Cavaleiro era pego de surpresa pela curiosidade de Isabela. Fato, os humanos não estavam habituados a vê-los. —Oh, ele é diabrete — explicou para a novata —você ainda vai ver muitos deles por aí, com muitas outras roupinhas — incluiu, risonho. Mallory nunca tinha reparado o suficiente para achá-los fofos ou não, para si, eles eram apenas normais. Tombou a cabeça diante do comentário dela, observando o pequeno diabinho falando lá na frente. —Sabe que até que é um pouquinho? — pensou alto. Durante a viagem, aproveitou para se ajeitar melhor no banco, estava letárgico demais para se atentar ao diabrete. Além do mais, conhecia tudo por ali, era Isabela quem via aquilo tudo como novidade. Só a voz da humana puxou de volta sua atenção do mundo do “quase soninho”. —Não é? Eu sempre faço vários trabalhos — comentou, voltando o rosto a Isa —consultas e remédios são caros — suspirou pesadamente, fechando os olhos.

------------------Quando o ônibus parou, a sugestão de Isabela parecia como uma música em seus ouvidos. Uma sopinha realmente cairia bem, mas infelizmente, isso não era vendido ali. Existia uma opção parecida. —Já provou cup Noodles sabor inferno? — perguntou se levantando do assunto e seguindo na companhia da garota. —É muito bom, você vai gostar! — afirmou em tom animado, que até espantava sua carinha de gripe. —Comer algo quentinho é tudo que eu preciso — dizia quase cantarolando, como se brilhinhos aparecem ao seu redor ao adentrarem o estabelecimento. —E você, o que vai querer? — perguntou com um sorriso. Era o correto deixá-la pedir primeiro, não é? Ela era visita.


https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/904860578319839272/ass_lilia.png

Offline

#66 28-09-2021, às 23h56

Guarda Sombra
TheDreamer
Dançarina de fogo
TheDreamer
...
Mensagens: 7 397

https://i.postimg.cc/cLGhxsDH/RPG-Dreamer.png

"In the dark
Where I like to keep my heart
Know I'm all bite, no bark
Like to catch you way off guard"


[♥][♦][♣][♠]

Local: Hell's Kitchen| Com: Gibs (@AoiHikaru)

| X

━━━━━━▣ʚĭɞ▣━━━━━━

O coração de Dreamer bateu num pulo irregular, sua respiração cessou completamente, espalhando uma onda de gelo por seu corpo, quando Gibs virou para trás e pegou-o encarando. O que ele pensaria? Dreamer ousou passar os olhos rapidamente por seu rosto, suas mãos tocavam as bochechas vermelhas em uma pose similar a do quadro do pânico. O Cavaleiro não conseguia ter uma primeira ideia do que diabos tal expressão poderia significar, mas voltou a respirar aliviado com a confirmação do outro de que estava tudo bem.
Ainda assim uma parte de si não podia deixar de se perguntar se estava tudo bem mesmo, não queria deixar o outro desconfortável, mesmo que, de certa forma, tivesse sido o rosado a começar com as insinuações. Não, ele sacudiu a cabeça, talvez tivesse sido Dreamer a começar, com seus olhos enxeridos.

Ele não ousou olhar para o rosinha durante sua bobeira com o pirulito, só podia imaginar qual seria a reação dele. No pior dos casos, podia se fazer de inocente, afinal era só um pirulito. O barulho do atendente foi o que fez Dreamer parar e olhar para sua dupla, que parecia um pouco frustrado. Ele cobriu a boca, rindo baixinho da pergunta irritada do outro, tecnicamente não estava errado mas, da mesma forma que seria estranho alguém na Terra chamar o outro de humano, ninguém no Devildom saia por aí chamando uns aos outros de diabo, demônio ou similares. “Não faço ideia”, comentou olhando a maçã na mão do outro, “não sou muito fã de frutas”.

Ele sentou-se estrategicamente do lado oposto de Gibs, onde não poderia cair em tentação de olhar o que não devia. Observou a facilidade do rosado em abrir a lata com alguma inveja, suas longas unhas tamborilavam na mesa, enquanto a outra mão segurava o pirulito em sua boca. Tinha pensado em pedir uma bebida, mas estivera tão distraído com suas maquinações que esqueceu completamente e agora não sentia vontade de enfrentar outra interação desajeitada, contentou-se em mover o pirulito na boca, dessa vez de uma maneira mais normal. Um pouco de saco cheio de segurar o cabo, seus dentes quebraram através do doce, deixando-o solto em sua boca. Ele deixou o cabinho cair na mesa com um sorrisinho misto de satisfação e malícia; morder sempre tinha sido mais a sua praia.

“Hm, talvez”, respondeu, espelhando o tom do outro. Ele sentia seus ombros queimando pelo desconforto que da insegurança no que dizer, e pela grande salada de emoções que o rosinha tinha lhe feito passar na última hora. Puxou a ombreira um pouco, tentando afastá-la do pescoço em busca de ar. “Dois?”, perguntou em confusão, “Qual seria o primeiro?”. Se fosse ele contando o placar, Dreamer teria considerado um a um, pernas vs. pirulito.
Dreamer segurou a respiração, tomando coragem para o que estava prestes a fazer. Bloqueando seus pensamentos o máximo possível ele deixou seus olhos encontrarem os de Gibs novamente, dessa vez sem gracinhas. Ele sorriu e tombou levemente a cabeça para o lado, em uma tentativa de replicar cenas de flerte que tinha visto em filmes, “Eu não sou uma boa competição, sabe? Eu não sei quando parar...”. Seu controle escapou e a memória de seu delírio com as pernas nuas de Gibs piscou em frente a seus olhos. Na mesma hora ele desviou a cara de volta para a mesa, incerto quanto a se tinha desviado rápido o suficiente, ou se o rosinha tivera tempo de ver a memória em seus olhos.


━━━━━━▣▣━━━━━━

Última modificação feita por TheDreamer (29-09-2021, às 00h04)


https://i.postimg.cc/jd337y8v/Assinatura-Pride-Angel-ED.png

Offline

#67 29-09-2021, às 08h01

Guarda Sombra
AoiHikaru
Criadora de poções
AoiHikaru
...
Mensagens: 2 980

G I L B E R T   "G I B S"   F L A M M I A

https://media.discordapp.net/attachments/833136891636875294/887551460081012806/gibs2.png

━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━
19 ANOS | HUMANO | ELE/DELE | XP:0 | RARIDADE:N | GRIMM: 945 | ONDE:HELL'S KITCHEN | COM:DREAMER | OUTFIT
━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━



------------------Segurava a maçã esquisita, alternando o olhar da fruta para o loiro quando ao que ele respondera não saber o gosto daquela coisa. —Eu nem posso te julgar por isso — brincou. Gibs estava bem longe de ser a pessoa mais saudável da vida, ficando bem longe de ser fitness. Devia estar em um dos últimos lugares na escala de pessoas em posição de dizer a alguém para que comesse frutas. Era a cara daquela coisa que havia despertado sua curiosidade, quer dizer, aquilo nem mesmo se parecia com uma fruta normal, nem mesmo com as mais exóticas que conhecia. —Eu aposto que tem gosto de plástico — chutou, soando assertivo. Aparência de brinquedo a tal maçã tinha, ou alguma coisa feita com pasta americana, tão plastificada quanto. Bem, com quantidade certa de aditivos, não seria o rosado a se queixar.

------------------Tomando um gole da bebida borbulhante, não pode deixar de reparar nas longas unhas com que o loiro batucava a mesa, olhando-as por alguns instantes. Ah, bem que gostaria de poder deixar as unhas compridas assim! Não era uma opção na sua profissão, tinha de se contentar com admirá-las nas mãos de outras pessoas. E que mãos! Ah, pronto, agora ficaria reparando em cada detalhe do menino! Como no maldito do pirulito que ele ainda tinha na boca. Não era como se houvesse a malícia de antes, parecia bem mais inocente. Mas não podia evitar, seu olhar róseo rolava involuntariamente até os lábios do mais baixo. Sua cara de pau era demasiada o suficiente para que nem se desse o trabalho de desviar o olhar. Gibs se encontrava distraído olhando a vista, o barulho do doce sendo quebrado até mesmo fez com que desse um pulinho de susto na cadeira. Não deixando de notar a expressão de malícia alheia, seus lábios se curvaram em um sorrisinho travesso. —Que dentes fortes você tem — cedeu o comentário, referenciando a Chapeuzinho Vermelho, mas num teor menos inocente.

------------------Gibs assentiu com a cabeça quando o loiro questionou sobre a pontuação. —É, dois — suas mechas rosadas balançando para lá e para lá. Pensou um pouco, no entanto, antes de responder à segunda questão. —O primeiro foi quando você elogiou o material aqui — deu dois tapinhas sonoros em uma das coxas. —Por isso que eu resolvi provocar — contou sem mistério, o sorrisinho ainda brincando em seus lábios.

------------------Deixou que seu olhar fosse capturado pelo do rapaz assim que ambos se encontraram. As duas gemas de obsidiana dele eram tão lindas que mereceriam ser banidas. Apoiando os cotovelos à mesa - modos nunca foram seu forte mesmo - Gibs repousou o rosto sobre as palmas, sorrindo de volta para o outro, uma faísca de encanto no olhar. O loiro ficava ainda mais bonitinho quando sorria daquele jeito. —Mas não é mais divertido assim? — perguntou sugestivo. —Qual é a graça de uma competição com alguém que vai pedir arrego logo de cara? — perguntou, estreitando os olhos como se os focasse melhor nos alheios. E foi nesse momento, quando ia perguntar mais alguma coisa de duplo sentido, que uma imagem invadiu sua mente, igual no ônibus, mas uma visão bem diferente. Não era bizarra, era…caliente! Espera...aquele era Gibs? Quando havia ficado tão desnudo assim? —Eita p*rr*! — exclamou no susto, sentindo as bochechas esquentarem. Eram poucas coisas que faziam seu rosto ruborizar, e o loiro já havia conseguido o feito duas vezes praticamente seguidas. Mas era tão real! Piscou algumas vezes, antes de olhar na direção do colega que já havia desviado a face. —Foi..você de novo, não foi? — indagou. —Mais um ponto seu — abaixou levemente rosto, liberando uma risadinha breve. O rosado não fazia ideia de onde vinha a imagem sua que vira, mas resolveu interpretar à sua maneira. —Se você tivesse me dito que queria, eu teria deixado e nem te cobraria vintão disse, erguendo o rosto novamente, beirando o tom cômico, mas com sinceridade e um toque de malícia. —Mas só porque eu te achei bonitinho — comentou, o sorrisinho travesso voltando a seus lábios. —Quer? — ofereceu diretamente, olhando provocativamente na direção alheia. Uma apalpada nunca havia matado ninguém.


https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/904860578319839272/ass_lilia.png

Offline

#68 29-09-2021, às 20h17

Guarda Sombra
AoiHikaru
Criadora de poções
AoiHikaru
...
Mensagens: 2 980

O L I V I A & O W E N  S T O R M H U N T

https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/891931612709785630/owen_e_oliviacerto.png

━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━
21 ANOS | HUMANOS | ELA/DELA | XP:0 | RARIDADE:N | GRIMM: 1K | ONDE:ÔNIBUS | COM:BARTY | OUTFIT | CONTROLE:OLIVIA
━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━



------------------Ah, o inferno! Era, no mínimo, estranho estar num lugar assim. Fazia brotar em suas memórias lembranças assim não tão agradáveis e obscuridades mágicas que descobriram da pior forma que não se devia mexer sem o conhecimento necessário. No entanto, atualmente, podiam dizer ter o preparo necessário para ousarem se animar com a ideia de ir direto na fonte, num programa de intercâmbio bem diferenciado como o tal intercâmbio. Talvez, se aplicando mais nos estudos, conseguiriam separar seus corpos novamente? A probabilidade maior que zero era o suficiente para fazer com que Owen e Olivia se empolgassem com a ida ao inferno. E sempre que os dois se empolgavam  ao mesmo tempo com algo, era problema na certa. Desde a hora de se arrumarem para irem, os homúnculos “saíam no tapa” mentalmente para escolherem o que vestir, e nesses casos, seu look acabava numa bagunça estilosamente caótica, mas que estranhamente, agradava aos dois.

------------------E a guerra de tapas psíquicos se estendera durante todo o discurso do responsável pelo projeto até se sentarem no ônibus como deviam fazer. Mais focados na própria mente que no exterior, os dois desabaram no primeiro banco livre que acharam, nem mesmo conseguindo reparar em era sua dupla. Segurando as têmporas e apoiando os cotovelos sobre as pernas, as costas curvadas, continuavam a discutir um com o outro, na briga por quem controlaria o corpo durante a excursão. Sempre que brigavam ali dentro, ficavam com dor de cabeça de tantas pancadas que trocavam, além da extensa argumentação e troca de xingamentos. “Você é uma idiota” dizia Owen. “Idiota é você e tem chulé” ela respondia. “Se eu tenho chulé, você também tem, estúpida, estamos no mesmo corpo” ele retrucou. “Cala a boca, vai nos deixar com cara de manés no primeiro dia” e a batalha de ofensas seguia assim.

------------------Como dois irmãos que brigavam por um urso de pelúcia que ambos queriam, era bem difícil que chegassem a um consenso. E de fato, não chegaram mesmo. Mas, assim que o ônibus deu um solavanco ao estacionar, Olivia aproveitou um breve momento de distração do irmão para assumir o controle, suspirando aliviada por trancar Owen na mente até que ele conseguisse tirá-la dali. Apenas não queria passar pela metamorfose para assumir seu corpinho do jeito que devia ser, preferindo seguir com a formação neutra que já estava pré-definida. Mesmo depois de seis anos, a metamorfose ainda era um pouco dolorida, e sabia que isso assustava as pessoas ao redor. Por falar em pessoas ao redor, só então Olivia ousou rolar o olhar na direção da pessoa sentada toda encolhida ao seu lado, sua dupla. Tinha longos cabelos azuis e usava roupas folgadas, e fora recebido com um aceno da garota. —Oi! — ela cumprimentou com um sorriso receptivo. —não tinha visto você aí — comentou, juntando as mãos entre os joelhos. Notando que as pessoas desciam do veículo, já praticamente vazio, a confusão tomou sua face. —É para gente descer? — perguntou, sem entender nada, apoiando a ponta do indicador no queixo. —O meu irmão bobão não calava a boca, perdemos tudo que aconteceu até aqui…. — explicou, abaixando o olhar. Nesse momento, Owen, que se encontrava sentado em postura de lótus dentro da cabeça, virou um murro na mente. Existia entre eles a mania de se tratarem por "irmão" e "irmã" mesmo que nãos fossem, de fato. —Ai! — Olivia exclamou com a pontada, levando a mão à testa e fechando um dos olhos. —Ele me bateu, acredita? — fez-se de chocada. Owen e Olivia não faziam questão de fingir que eram uma só pessoa, pelo contrário, preferiam, muito mais, deixar bem claro que eram dois ali e mostrar quem é que mandava, mesmo que ambos achassem que mandavam. "Bater na mente não é bater" ele se defendeu. —Calado, eu tô no controle, senta e espera a tua! — a garota protestou, olhando para cima como se tentasse ver dentro da cabeça.

Última modificação feita por AoiHikaru (03-10-2021, às 21h33)


https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/904860578319839272/ass_lilia.png

Offline

#69 30-09-2021, às 07h23

Guarda Sombra
TheDreamer
Dançarina de fogo
TheDreamer
...
Mensagens: 7 397

https://i.postimg.cc/G3GZhYCN/RPG-Barty.png

"I will never let you fall
I'll stand up with you forever
I'll be there for you through it all
Even if saving you sends me to heaven"


ʕ•̫͡•ʔʕ•̫͡•ʔ

✥ Local: Ônibus | Com: Olivia e Owen (@AoiHikaru)

| X | X | X | X | X

─━━━━━━━━━━━━─

Seus olhos desviaram da janela para a pessoa ao seu lado quando ela acenou. “Oi”, respondeu, o nariz ainda fugando, “ah, sem problemas, eu também estava… destraido”, sua voz soava ainda mais manhosa que o normal com o choro recente. Ele observou a pessoa ao seu lado e não pôde deixar de notar que ela parecia ter se vestido no escuro. A roupa peculiar somada ao tom de cabelo colorido e os olhos descasados davam-lhe um ar caótico, como se ela pudesse explodir o ônibus com uma risadinha meiga.

Barty abria a boca para responder quando ela começou a falar sobre seu “irmão”. Ele imediatamente lembrou-se de Josepha, a princesa que ele tinha interpretado para salvar a vida de um professor levemente mentalmente prejudicado numa época que agora parecia outra vida. Mesmo quando a peça acabou e o professor foi devidamente ajudado, Josepha continuou em sua vida, quando olhava de esguelha para seu reflexo no espelho, quando colocava na cabeça a coroa mantida da peça, Barty era levado de volta àqueles dias em que tinha interpretado o papel de uma garota com tanta perfeição que mesmo aqueles que sabiam da verdade frequentemente esqueciam.

Às vezes, ele realmente a teria descrito como “não calando a boca”, quando ela dizia para entrar no banheiro feminino ao invés do masculino, quando dizia que usasse vestidos, e outras ideias perigosas; mas ele certamente nunca teria se referido a Josepha como lhe batendo, afinal ela nada mais era do que ele mesmo, o reflexo do gênero feminino dentro de si, e do mais próximo que ele podia chegar de qualquer coisa similar a um homem.

Mas então o que mais poderia ser que se passava com sua dupla? “Hm… você tá bem?”, perguntou com incerteza. Barty olhou melhor para sua dupla, notando a falta de volume na blusa, foi então que lembrou-se do que seu melhor amigo, Michael, tinha lhe contado sobre sua infância. Micha costumava sonhar e por vezes quase que ver uma versão feminina de si mesmo que o chamava de coisas horríveis e lhe machucava. Se essa pessoa sem peitos andava vendo um menino batendo nela, então será que… Barty sentiu o impulso de tocar no ombro da desconhecida, mas não o fez, ao invés disso se contentou em encostar a mão no braço da poltrona, um pouco mais para o lado do vizinho do que geralmente se colocaria. Não se sentia confortável para “se revelar” pra um desconhecido assim, afinal sempre podia estar errado e ela poderia fazer um número de coisas terríveis contra ele. Contentou-se em dizer, “Se você quiser falar sobre qualquer coisa, eu estou aqui”. Em um estalo lembrou-se da pergunta da outra e adicionou, “Ah, eles disseram que pode descer se quiser, pra lanchar.”, e com a voz pesarosa, “Eu não sei se vou…”


─━━━━━━━━━━━━─

Última modificação feita por TheDreamer (01-10-2021, às 19h50)


https://i.postimg.cc/jd337y8v/Assinatura-Pride-Angel-ED.png

Offline

#70 30-09-2021, às 18h06

Guarda Absinto
NaomiiChaan
Venceu um Black Dog
NaomiiChaan
...
Mensagens: 813

https://64.media.tumblr.com/d3a744181e226fd70ff24b6bffbf9947/3014caa65d55a9ca-37/s500x750/ddb9303c2378e78ee5bc11fa6b3909431895683b.jpg

———————————————————————————————————

✦Pilar da Ganância - 1,78 cm - Raridade: N - EXP: 0 - Grimms: 925✦


✦Local: Ônibus > Hell's Kitchen | Interagindo com: Nicholas✦

———————————————————————————————————


                               Kiesh fora surpreendido pela oferta de realizar uma troca com o outro, este pensava ter já ter vencido o jogo de provocações com sua cartada de “desconto”. Arqueando uma de suas sobrancelhas, seus lábios se curvaram para cima e um baixo “Oh?” de tom curioso escapara destes. —Uma troca, é? —Disse ainda com seu sorriso insolente nos lábios enquanto aproximava sua mão, que estava descansando sobre o assento, da mão alheia, assim fazendo com que a proximidade entre seus corpos aumentasse pela segunda vez. —Sabe bonitão, eu sou um ótimo negociante...caso você queira realizar uma troca comigo, estou a todo ouvidos~ —Disse baixo o olhando fixamente. O moreno não podia negar, era extremamente curioso e somente a ideia de lhe ser proposta uma troca por parte do outro —ainda mais levando em conta o contexto da situação, era o suficiente para deixá-lo interessado.

                               Ao ouvir a palavra “fliperama” ser proferida pela voz alheia, sua expressão sugestiva mudou para uma de realização. Apontou seu dedo indicador na direção do outro e seus lábios formaram um pequeno “o”. —Sim! Acho que era esse o nome...—Disse pensativo enquanto lutava mentalmente para tentar se lembrar exatamente do ano em que havia visitado um desses na terra - fazia muito tempo, ele não conseguiu se lembrar. Seu monólogo mental foi interrompido ao escutar a resposta de Nicholas à seu conselho, acompanhada de uma pergunta. —Ah...não as baladas em si, mas sim quem as frequenta e seus fetiches...estranhos...—Diz dando ênfase no “estranhos” e torcendo o nariz enquanto se lembrava de quando visitou uma balada, digamos que….questionável e acabou saindo no soco com alguns que lá estavam. —Demônios geralmente têm mais resistência a certas coisas, mas não sei se um corpo mortal aguentaria...enfim, caso queira ir em uma balada, melhor ir nas que eu recomendo! Essas sim são boas! —Diz finalizando sua linha de raciocínio com uma risadinha e voltando sua atenção para a janela ao lado de Nichol.

                               Enquanto observava o cenário naturalmente escuro de Devildom, sua atenção novamente foi apreendida por seu colega. Quando Nicholas terminou sua frase, os olhos de Kiesh novamente voltaram a cair sobre os seus e, sua expressão maliciosa que havia evaporado durante o diálogo anterior, voltou a se formar em seu rosto. —Oh...medo? —Diz sentindo seus lábios se curvarem ainda mais para cima, ele estava indiretamente o chamando para acompanhá-lo em um “passeio noturno"? Uma baixa risada escapa por entre seus lábios enquanto ainda sorria. Forjando uma expressão inocente e falsamente culpada, tombou a cabeça para o lado. —Sinto muito, devo tê-lo assustado com o meu conselho, não? Se quiser...posso acompanhá-lo como pedido de desculpas...vou garantir que você não se enfie em nenhum buraco perigoso—Disse inicialmente com um ar “tristonho”, mas terminou a frase com a voz levemente rouca e sugestiva. Enquanto falava, levantou sua mão —a mesma que anteriormente havia deslizado para perto do corpo alheio— e levou-a em direção a coxa de Nicholas, com a intenção de descansá-la ali. Infelizmente, sua ação não chegou a ser completa. Enquanto estava inerte na situação e prestes a tocá-lo, um barulho alto da porta do ônibus fechando-se fez com que o Ganância se assustasse e desse um pequeno pulinho do banco, recuando automaticamente a mão.

                               Ao virar o rosto em direção a porta, seu olhar caiu sobre o pequeno diabrete que havia atrapalhado seu flerte. Semi-cerrando os olhos e estalando a língua em um som de “Tch”, um pequeno biquinho emburrado se formou em seus lábios e voltou a sentar-se corretamente no assento, cruzando suas pernas e seus braços. “—Droga diabrito...não podia esperar só mais um pouco? Estava na melhor parte…” —Pensou ainda emburrado. Olhando disfarçadamente para Nicholas, Kiesh pôde reparar que sua mini-depreciação à terra havia deixado-o feliz. Voltando novamente seu olhar para o Diabrete, o moreno escutou tudo o que ele tinha a dizer (mesmo que já conhecesse os locais sendo apresentados) e escreveu uma nota mental sobre os estabelecimentos que estavam oferecendo bicas, seria interessante passar neles mais tarde.

                               Quando o ônibus finalmente parou, o azulado rolou sua língua por seus lábios superiores ao perceber onde estavam e logo um sorriso se formou. Hell 's Kitchen com certeza era sua lanchonete favorita de Devildom e para sua sorte, não havia comido nada pela manhã de hoje, então estava faminto! Quando estava prestes a levantar, viu a mão de sua dupla estender-se diante seus olhos e, com um sorriso, aceitou-a. —Com todo prazer~ —Diz levantando-se sem largar a mão de Nicholas. Agora, de pé ao seu lado, reparou que ambos eram quase do mesmo tamanho, tendo apenas alguns centímetros de diferença. Sutilmente, Kiesh acariciou as costas da mão alheia com seu dedão e seu sorriso ladino voltou a se fazer presente. —Vamos, eu ‘tô morrendo de fome! —Diz soltando uma risada e se desvencilhando do aperto de mão, caminhando junto dele até a cantina.

                               Enquanto esperava sua dupla pensar no que pediria, Kiesh já se pôs a falar com o atendente. —Eu vou querer um cup noodles sabor inferno e uma bebida esportiva! —Diz apontando para o cardápio, nem se dando o trabalho de dizer “por favor” e “obrigado”. Com sua expressão de poucos amigos, o atendente encarou-o: —São 75 grimms—Respondeu curto e grosso. Com dor no coração e contraindo os lábios, Kiesh lentamente e dolorosamente entregou seus preciosos Grimms, sentindo como se tivesse acabado de se separar de um filho. O vendedor, já acostumado com seus dramas, apenas pegou o dinheiro e colocou o macarrão para esquentar enquanto já se voltava para Nicholas. Quando ficou pronto, a tristeza de se separar de suas notas passou instantaneamente e pôs-se a comer feliz da vida. —Bom como sempre! —Pensa alto e sorrindo em satisfação.

Última modificação feita por NaomiiChaan (30-09-2021, às 18h08)


https://66.media.tumblr.com/f791e67f0a691bd651432c7062fd0293/69282379315160ca-b8/s1280x1920/1f7a8b7414c495f0325187913cf82e3aba2a68ba.gifv

Offline

#71 01-10-2021, às 22h24

Guarda Reluzente
Grishɑ
ModeraEel
Grishɑ
...
Mensagens: 19 231

https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/887878201978789888/isabela.pnghttps://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/893669522144366622/unknown.png


https://cdn.discordapp.com/attachments/648157188639948801/969353449588265001/g.png
https://64.media.tumblr.com/35f77df68ccba7a6bb55dc1dbf8126a6/414ba014167c9d90-a9/s1280x1920/c0eb72c21d4e4e82e02138400fc870e458245dcc.png

Offline

#72 01-10-2021, às 22h39

Guarda Reluzente
Grishɑ
ModeraEel
Grishɑ
...
Mensagens: 19 231

https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/887890631085662318/ar.pnghttps://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/893673340080889906/unknown.png
https://cdn.discordapp.com/attachments/884582414410743808/893673373526282300/unknown.png


https://cdn.discordapp.com/attachments/648157188639948801/969353449588265001/g.png
https://64.media.tumblr.com/35f77df68ccba7a6bb55dc1dbf8126a6/414ba014167c9d90-a9/s1280x1920/c0eb72c21d4e4e82e02138400fc870e458245dcc.png

Offline

#73 01-10-2021, às 23h40

Guarda Absinto
Lady0Midnight
Criadora de poções
Lady0Midnight
...
Mensagens: 2 841

——————————    K  A  I  T  E  N    ——————————
https://cdn.discordapp.com/attachments/804899528725495808/887894787045335060/kaiten.png
DÊMONIO - PILAR DA GULA - 1,90CM - RARIDADE: N - EXP: 0 - GRIMM: 1K
————————————————————
Local: Ônibus
Interagindo com: Rose (@CocoNut)
————————————————————


——————————Rose sem dúvidas era alguém atraente e de postura elegante, mas ver seu rosto corado somado ao ato carinhoso de encostar a cabeça em seu ombro, não tinha outro efeito além de enxergá-lo como alguém adorável. A vontade de acariciar seus fios dourados, de sentir sua maciez, era muito grande, mas havia notado o cuidado com que ele tinha se encostado, então pensou que por hora era melhor evitar. Já conseguia se contentar apenas com a proximidade entre eles.

——————————Acabou sem querer talvez deixando Rose constrangido ao cheirar o ar, repensando por um instante se deveria ter feito aquilo. Havia sido um instinto de sua parte, era inevitável algumas atitudes de vez em quando, ainda tentava se acostumar a socializar normalmente com as pessoas. Mas, seus pensamentos se foram quando seus rostos ficaram próximos. Podia sentir ainda melhor seu perfume assim como também sentia sua respiração.—— Eu iria adorar. —— disse em tom um pouco mais baixo, meio rouco, perdido com a proximidade, quase como se os lábios delicados do loiro o tivessem hipnotizado. Entretanto, um leve susto os interrompeu. O barulho das portas do ônibus se fechando ecoou pelo veículo trazendo Kaiten de volta à sua realidade. Enquanto Rose olhava na direção do barulho, Kaiten com a mão em que o braço estava livre, pegou uma de suas caudas e a colocou na frente do rosto, quase como se tentasse esconder a forte vermelhidão que atingia suas maçãs só de lembrar-se dos pensamentos que teve ao estarem com os rostos tão perto. —— O-Oh, sim, claro. —— dizia se recompondo concordando com o outro, e retirando a cauda dali assim que sentiu-o se encostar outra vez em seu ombro. ''Respire fundo, precisa se acalmar, não aconteceu nada.'' - pensava consigo mesmo, de olhos fechados e um leve sorriso ansioso, tentando acalmar o coração pulsante e esfriar suas bochechas.

——————————A voz esquisita do diabrete enquanto este apresentava os locais de certa forma o ajudou para que organizasse seus pensamentos, não tinha como pensar em nada muito agradável com aquele tom levemente irritante para suas orelhas sensíveis. A sua sorte é que a voz aconchegante de Rose logo voltava a ocupar sua atenção. —— Imagino que ela deva ser muito boa, visto seus elogios. A última vez que fui em um lugar parecido foi meio desastroso. —— disse em tom descontraído, lembrando-se de sua experiência com coisas de vidência, a mulher errou tanta coisa que era até mesmo desanimador pensar que havia acreditado por um segundo que ela poderia acertar algo algum dia. No entanto, a reação de Rose ao ouvir sobre a Majolish parecia mais interessante para o kitsune, levantando as orelhas enquanto sorria divertido vendo a empolgação de sua dupla. —— Não se desculpe, gosto de te ouvir, acabo sabendo mais sobre você. Parece que gosta bastante de lá, quem sabe não vamos juntos qualquer dia? —— sorriu doce para ele.

——————————O ônibus acabou parando mais rápido do que esperava, e seu primeiro ponto não podia ser mais perfeito. Sentiu com uma leve tristeza Rose se desfazendo do abraço, mas imediatamente levou o olhar para a janela apenas para conferir se não estava delirando de estarem justamente em um dos primeiros lugares que queria ir. —— Vamos, é claro! Estou morrendo de fome já tem um tempo! —— voltou os olhos para Rose, completamente brilhantes de empolgação, juntamente com todas as suas nove caudas mexendo-se animadamente. Apenas travou por um momento ao ser pego de surpresa com um beijo em sua bochecha. Em um movimento automático levou a ponta dos dedos até o local e ao olhar para eles pode ver uma leve vermelhidão do batom de Rose. As suas bochechas que haviam voltado ao normal a um tempo, voltavam a ganhar um leve tom rosado, enquanto abria um largo sorriso. Bem, não faria mal deixar a marca ali não é? E também além de não ter a menor ideia do que poderia usar para limpar, não estava com muita vontade.—— Será que as refeições são muito diferentes do que estou acostumado? Se eles tiverem algo muito gostoso me pergunto se seria muita falta de educação pedir a receita...—— começou a falar enquanto se levantava, e continuou durante o caminho até que estivessem já dentro da lanchonete. Lá, olhou por muito pouco tempo o cardápio só se importando com o cuidado de não gastar demais e acabar com seu dinheiro logo de cara. —— Olá, eu quero um Sanduíche Vira-Casaca, uma Pizza Apimentada Arco-Íris, um Hamburguer do Mundo Humano, um Dango dos Três mundos e uma Bebida Energética, por favor! —— falou com certa rapidez por tamanha empolgação na hora de fazer seu pedido. Sabia que talvez tivesse pedido um pouco mais do que deveria, mas ainda sim era muito pouco aos seus olhos. Enquanto esperava sua comida ficar pronta, se virou para Rose ainda animado e com a face iluminada.—— O que vai pedir? —— perguntou curioso, só então notando que tinham alturas até que parecidas.


https://cdn.discordapp.com/attachments/774803469324255262/843999021633634334/ezgif.com-gif-maker_33.gif

Offline

#74 02-10-2021, às 00h09

Guarda Sombra
AoiHikaru
Criadora de poções
AoiHikaru
...
Mensagens: 2 980


╔═════════  ∴࿇∴  ═════════╗
DIA: Segunda-feira
HORÁRIO: 17:00
CLIMA: escuro, sombrio e mais quente ainda.
(nunca tem sol em Devildom)
╚═════════  ∴࿇∴  ═════════╝


━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━
ATUALIZAÇÃO!
━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━



--------------------O diabrete acabou se distraindo, relaxando com o horário. era tão bom estar livre de todos os olhares de ódio e morte que recebera no momento da excursão, que o pequeno até mesmo se deixou levar. E, quando olhou no relógio, já era tarde demais para continuar o passeio; a ultima parada só seria mostrada aos alunos como as de antes. Precisava levá-los de volta, ou era de Lorde Diavolo que receberia os olhares de morte; a diferença que desses sim, o diabo inferior tinha medo, diferente das reclamações de jovens com preocupações tortas. O diabrete saiu correndo para dentro do estabelecimento, chamando a todos de volta para o ônibus. A vozinha esquisita ia anunciando por todo o estabelecimento que o ônibus estava de partida, até que todos estivessem em seus lugares e pudessem retomar o andamento da excursão.

— E aqui, meus caros estudantes, vocês podem ver o Mausoleum, que já foi um cemitério, mas hoje em dia funciona como um parque. Ótimo lugar para se relaxar, sentado sobre uma tumba! Oh, e estão sempre precisando de funcionários de manutenção, perfeito para os fortes.


A criaturinha anunciou ao passarem pelo parque, antes de fazer a ultima curva e seguir direto até os deixar, novamente, na RAD. Uma vez lá, era o corre corre para chegarem ao auditório. Sem a necessidade das duplas, já que o passeio havia chego ao fim, era cada um por si. Lorde Diavolo já se encontrava pronto para recebê-los, mas dessa vez, os chamou ao palco, ao invés de se sentarem nas cadeiras. O espaço estava limpo, sem obstáculos no caminho além dos equipamentos de dança, e caixas térmicas lotadas de bebidas esportivas geladas estavam à disposição dos alunos.

— Me esqueci de avisá-los de um detalhe. Por aqui, nos medimos nosso poder com batalhas de dança, feitas em grupos de três. Peço que se formem os grupos e se aqueçam, pois vamos ter uma dessas agora mesmo.



NOVO OBJETIVO:
• ━━━ ࿇ ━━━•

DANCEM!

Bem-vindos à primeira batalha de dança! Sobre o palco do auditório, alunos e monitores devem se separar em grupos de três pessoas para se enfrentarem em uma disputa de dança. Como todos sabem, as batalhas acontecerão pelo bot gerador de dados no servidor discord do RPG. Todos os detalhes de como proceder estão no tópico geral e o mestre se coloca em total disposição para qualquer esclarecimento e ajuda necessários!



CONSIDERAÇÕES:
• ━━━ ࿇ ━━━•

࿇ O passeio acabou! Portanto, as duplas podem se desfazer para formar os novos grupos de 3 pessoas;

࿇ Não se apressem, podem terminar as interações antes de partir para a batalha de dança;

࿇ Não se esqueça, as batalhas acontecem no chat do discord e não no tópico do RPG. Os turnos podem conter descrições da sua performance, entretanto, não é obrigatória a narração detalhada de como seu personagem se saiu. Uma mera citação no turno que a batalha aconteceu e seu resultado é o suficiente.

࿇ Lembrem-se: o mestre deve estar presente nas rolagens de dados, esperem ele aparecer.

࿇ Essa é uma atualização curta, sem a intenção de se estender por muito tempo para não ficar desgastante desnecessariamente, é uma das muitas batalhas de dança que o RPG reserva. Portanto, será finalizada no dia 07/10. Não se preocupem, tem mais coisa interessante vindo nessa nova atualização!

࿇ No seu turno, fique a vontade para descrever o cenário atual, seja procurando ou conversando com os parceiros de dança, se alongando/aquecendo, descansando após a sua vez, tomando as bebidas...


Dúvidas? Consulte o mestre!


━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━࿇━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━

Última modificação feita por AoiHikaru (03-10-2021, às 04h31)


https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/904860578319839272/ass_lilia.png

Offline

#75 03-10-2021, às 04h04

Guarda Sombra
AoiHikaru
Criadora de poções
AoiHikaru
...
Mensagens: 2 980

G I L B E R T   "G I B S"   F L A M M I A

https://media.discordapp.net/attachments/833136891636875294/887551460081012806/gibs2.png

━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━
19 ANOS | HUMANO | ELE/DELE | XP:0 | RARIDADE:N | GRIMM: 945 | ONDE:HELL'S KITCHEN>>AUDITÓRIO | COM:DREAMER>>AISHY | OUTFIT
━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━━



------------------Quando o ônibus parou, de volta à escola, para que se retirassem dali, Gibs pensou que finalmente conseguiria quebrar aquele silêncio constrangedor, se virando a ele para perguntar qualquer coisa. Mas, ao ser recebido com o olhar melancólico do loiro, sentiu seu coração apertar, como se quebrasse em um milhão de pedacinhos. A confusão balançou seu cérebro, o rosado nem sabia exatamente o que sentia. Era como se um milhão de sensações que não fossem suas lhe tivessem invadido. Seu peito apertava como se quisesse chorar. Quando deu por si, o loiro já se retirava. Gibs estendeu uma mão enquanto ele saia correndo, franzindo as sobrancelhas, quase dizendo um "fique" que nunca foi proferido. Ele já estava longe.

------------------Sem a companhia de sua dupla, Gibs suspirou, pensando no que devia fazer, e acabou por se levantar, não tinha mesmo porque continuar ali. E, oh, ainda tinha consigo o acessório do loiro! Precisava devolve-lo. Tirando mais uma vez a jaqueta, segurou a mesma junto à ombreira de Dreamer, enquanto seguia ao auditório. Por ali, deixou as duas peças juntinhas num canto para poder procurar dois colegas para a tal batalha de dança. Que coisa esquisita! Quem diria que as lutas do inferno eram dançadas? Mas ainda era melhor que sair no tapa com os capetas. Olhou em volta de um lado ao outro. O seu primeiro alvo do olhar era Dreamer. Ele estava se aquecendo sozinho num canto solitário do palco. Devia chegar nele novamente? Queria, mas o nó em sua garganta fez desviar o olhar para outro lado. E ali, viu oa demônio que, no ônibus, estava muito familiarizado com o rabo de outro coleguinha. Aquele era oa Pilar da Luxúria, não era? Oa tal das gaiolas. Era delu mesmo que se aproximaria para pedir para formarem um grupo. E assim o fez, seguindo até a criatura de cabelos vermelhos. —Oi! Aishy, né? — cumprimentou com um aceno e um sorriso. —Me falaram muito de você na excursão — disse com ar com seu velho ar brincalhão de sempre. Entretanto, seu olhar acabou por rolar até o canto do palco, talvez denunciando quem o havia feito, se Aishy fosse do tipo que prestava atenção em detalhes assim. Mas rapidamente voltava o foco para oa de cabelos rubros. —Você já tem grupo pra tal da batalha? — perguntou, colocando as mãos nos bolsos de trás e sopesando. —A gente pode formar grupo se você quiser  — o pé que não apoiava o peso de seu corpo deu algumas batidinhas no chão com o bico do tênis de cano longo. —Ah é, e eu me chamo Gibs — se apresentou, sorridente e natural. Era a segunda vez que tinha que se apresentar, isso dava muito trabalho. —Não seria melhor se todos nós déssemos um jeito de nos conhecer de uma forma mais geral? Ficar se apresentando cansa — era quase como uma sugestão dita em um tom misto entre queixa e ideia.


https://cdn.discordapp.com/attachments/880247566464335883/904860578319839272/ass_lilia.png

Offline

Páginas : 1 2 3 4 5 ... 12